Alguns hábitos simples e muito comuns podem ser evitados para que a vida útil de peças e componentes não fique prejudicada com o passar do tempo. Confira aqui:

Descansar o pé na embreagem: prática comum que acaba caindo no esquecimento no dia a dia é apoiar o pé na embreagem sem necessidade, isso prejudica o carro, pois afasta o platô do disco e causa o lixamento do disco (desgaste) nesse sistema. Frear o carro na embreagem também é prejudicial.

Deixar o carro engatado ao estacionar: parece mito, mas não é. Deixar o carro engatado ao estacionar não tem necessidade, pois o freio de mão existe para isso. Manter esse hábito danifica o câmbio, podendo estourar em casos que o veículo é movimentado (quando outro carro dá um toque no para choque, por exemplo)

Passar com o carro na diagonal em valetas e lombadas: o correto é passar valetas e lombadas em linha reta e com baixa velocidade, passar na diagonal provoca torção na carroceria, causado rompimentos, inclusive na própria lataria.

Andar com pneus com baixa pressão e desalinhados: fazer alinhamento a cada 10.000 km e calibrar os pneu com eles frios a cada duas semanas é necessário para que não haja desgaste incorreto e esforço das peças da suspensão.

Fique de olho nos hábitos do dia a dia e nunca esqueça das revisões periódicas.

Comments are closed.